Vistos de Emigração

V2 Visto de Empreendedor colocado no Brasil

FC António Falé de Carvalho Advogados-  Colocado no Brasil.

Com Apoios Financeiros na UE.

Submissão do visto no Consulado do país de origem BRASIL 

São Paulo e noutras Cidades Brasileiras.


Emigração Legal


V2Como os Emigrantes Brasileiros podem Iniciar um Negócio em Portugal, 

Visto V2 sem sobressaltos.

Um viagem para o exterior do Brasil sem sobressaltos " sem estarem ilegais"

Os Emigrantes empreendedores terão a viagem do Brasil para Portugal sem sobressaltos (Imigrantes Legais) e sem medos com a aprovação do VISTO V2 em solo Brasileiro.

Em Portugal :Terão a A.R. Autorização de Residência a estrangeiros

Se procura de escolas/faculdade e matrícula

Equivalência de estudos

Obtenção de documentação em Portugal e no estrangeiro

Obtenção de NIF + Representação fiscal em Portugal 

Emigrantes Empreendedores 

Destina-se aos Emigrantes empreendedores que pretendam realizar uma operação de investimento em Portugal. 

Portanto, tenha em atenção que o simples fato de ter uma empresa constituída em
Portugal não é, por si só, garantia de que o visto será concedido, mas é fator preferencial. 

Permite ao seu titular, e respetivo agregado familiar, a entrada em território português a fim de solicitar a subsequente Autorização de Residência.

Cidadãos estrangeiros que pretendam realizar uma atividade de investimento em Portugal, ou seja, abrir um negócio próprio no país;

Cidadãos estrangeiros que já realizaram uma atividade de investimento em Portugal, ou seja, já 

abriram um negócio próprio no país.


Dos requisitos necessários, destacam-se:

A demonstração da viabilidade do negócio por meio de um plano de negócios 

A seriedade do investimento;

Sua relevância económica, social, científica, tecnológica ou cultural para o país

Comprovação da situação económica e social do investimento realizado;

Background dos seus promotores, que deve ser compatível com a operação de

investimento a ser promovida;

Demonstração da capacidade financeira dos empreendedores.

Neste sentido, o desenvolvimento de um bom plano de negócios torna-se essencial não apenas 

para o planeamento e organização adequados do protejo, principalmente tendo em vista que o 

negócio será posto em prática em outro país e contexto, mas também para conferir mais 

credibilidade e facilitar o processo decisório do pedido do Visto pelo Governo português.

Ter constituído empresa em Portugal é um factor muito favorável

Apesar de não ser obrigatória a prévia constituição da empresa , na prática o fato do requerente já ter o seu negócio constituído formalmente em Portugal também é um factor muito favorável.

Em Portugal as empresas podem ser legalmente constituídas por sócios estrangeiros e não 

residentes no país. Inclusive, é possível constituir empresas formadas por um único sócio - empresas unipessoais.

A relevância da atividade

Como a concessão do visto é uma decisão da autoridade portuguesa julgadora, naturalmente que quanto mais estruturado e credível o negócio, quanto maior impacto e quanto mais relevante este for, maiores as chances do requerente obter êxito no seu pedido de Visto D2 Portugal.

A criação de postos de trabalho: é obrigatória?

Relativamente à criação de postos de trabalho em Portugal, a lei não exige um número mínimo 

de empregos a serem criados para a concessão deste tipo de visto. Ou seja, para este fim, a 

empresa poderá ser apenas constituída pelos seus sócios ou sócio (empresa unipessoal).

Capital social mínimo

Além disto, não existe um capital social mínimo condicionado ao pedido do Visto D2. Em 

Portugal as empresas podem ser constituídas com capital social de até 1€. Contudo, obviamente 

que empresas sérias devem ter um capital social condizente com as suas atividades, o que 

também será observado em sede da análise do pedido .

A título de exemplo, é usual que pequenas empresas apresentem um capital social pelo menos 

de €2000 ( este valor pode ser levantado após a escritura)


Perguntas e Respostas frequentes :

E possível pedir uma Autorização de Residência para Empreendedor  já em solo  Português , 

após ter entrado com visto de turista, ou com isenção  deste para  os brasileiros ?

Resposta : É  sim . Mas ficará irregular durante um ano

A situação de irregular está prevista na Lei

Está sim.   


Apoios Financeiros

Existem formas de o apoiar financeiramente na UE.

Mais esclarecimentos             + 351 939429672  WhastApp